Retidos em Angola 120 Milhões de Euros da TAP

A Transportadora duplicou verba aplicada em dívida deste país para 80 milhões e tem mais 42 milhões em depósitos por repatriar.

O mercado angolano tem sido uma boa fonte de receitas para a TAP, mas a transportadora aérea tarda em conseguir usufruir desses ganhos. No final do ano passado, de acordo com o relatório e contas (R&C) da empresa agora disponibilizado, tinham já sido aplicados 80,8 milhões de euros em dívida de curto prazo do Estado angolano, o dobro do valor registado no final de 2016.

Esta é uma forma de proteger o dinheiro retido no país por dificuldades na obtenção de divisas para a expatriação do capital (devido à crise que este país atravessa pela baixa do preço do petróleo), já que as operações de compra de obrigações estão indexadas ao dólar (e não ao kwanza, que tem desvalorizado).

Depois, há ainda, de acordo com o R&C (que precisa ainda de ser aprovado em assembleia-geral, marcada para 9 de Maio), depósitos bancários no valor de 41,6 milhões de euros. Neste caso, o dinheiro está denominado em kwanzas, dólares e euros, com a empresa a deparar-se “actualmente” com “dificuldades de repatriamento de fundos”. Este valor é superior em cerca de seis milhões de euros ao total dos depósitos no final de 2016. Ao todo, entre dívida angolana e depósitos, o montante chega aos 122,4 milhões de euros.


Em 2017 a TAP Transportou Mais de 14 Milhões de Passageiros

A TAP transportou 14,274 milhões de passageiros em 2017, um crescimento de 21,7% face ao ano anterior, de acordo com dados divulgados pela transportadora aérea portuguesa.  A companhia aérea transportou mais 2,55 milhões de passageiros do que em 2016.  Nas rotas africanas, a TAP superou, pela primeira vez, o milhão de passageiros transportados num ano, com aumento de 29%.

“A ponte aérea Lisboa – Porto foi a rota na qual a TAP transportou mais passageiros em 2017, atingindo um total de 726 mil, mais oito por cento que em 2016”, informa a transportadora em comunicado divulgado nesta segunda-feira (8).


A TAP Começou a Voar para Lomé, Capital do Togo Via Accra no Gana

A companhia aérea portuguesa TAP  começou a voar para Lomé, capital do Togo, via Accra, no Gana,  com frequência quatro vezes por semana. O voo inaugural foi realizado na última segunda-feira.


Para se Precaver de Novas Desvalorizações do Kwanza, a TAP Compra Dívida Pública Angolana

A TAP está a comprar dívida pública angolana, indexada ao dólar, para se precaver de novas desvalorizações do kwanza, face às dificuldades em repatriar dividendos bloqueados em Angola, que já ascendem a 100 milhões de euros.


Em Maio Deste Ano a TAP Transportou 1,135 Milhões de Passageiros, Mais 20% do Que em Maio do Ano Passado

A TAP transportou 1,135 milhões de passageiros em maio, mais 20% que no mesmo mês do ano passado, registando uma taxa de ocupação (‘load factor’) nos seus voos de 82%, mais 6,6 pontos percentuais.