Central de Ciclo Combinado do Soyo, Angola, Terá Duas Turbinas Concluídas Até Finais de Julho Deste Ano

Foto: Adolfo DumboO cronograma de execução das obras de construção do projecto do Ciclo Combinado e da linha de gasoduto para o transporte de gás para a sua alimentação a partir da fábrica de Angola LNG, no município do Soyo, província do Zaire, está a ser cumprido na íntegra, informou o secretário de Estado da Energia, Joaquim Ventura.


Em Outubro no Soyo Província do Zaire, 400 Casas Sociais Integradas em Nova Urbanização Ficam Prontas

soyo_0A construção de 400 casas sociais no complexo residencial do Kinganga Mavakala, situado a 20 quilómetros da cidade do Soyo, província do Zaire, deverá estar concluído em Outubro deste ano, garantiu quinta-feira, nesta localidade, a fiscal do projecto, Creusa Monteiro.


Viagem Pelo Litoral com Destino à Vila Petrolífera do Soyo a 400 Quilómetros de Luanda

soyoA viagem madrugadora antevê uma chegada breve. O destino é a vila petrolífera do Soyo, afastada de Luanda a pouco mais de 400 quilómetros pelo litoral. Supostamente, é feita em mais ou menos quatro horas, mas para surpresa de quem não tem o domínio daquela via, a realidade é adversa. Para trás, fica a vila de Cacuaco e a comuna do Panguila: o asfalto confortável motiva a conversa, enquanto a música ambiente serve para animar os vários momentos daquele percurso.

Leia Mais


O Soyo Tem Obras por Todo o Lado. Projectos de Grande Envergadura Já Concluídos

 

DSC00585O Soyo tem obras por todo o lado. Estão em reabilitação, ampliação e construção equipamentos sociais nos domínios de saúde, educação e desportos. Projectos de grande envergadura estão concluídos ou em fase de conclusão. Quem visita a cidade e o município fica sem dúvidas: a região está na rota do desenvolvimento.

O bem-estar começa a fazer parte do quotidiano das comunidades. Estão em curso obras para melhorar os serviços de saúde, para inserir mais crianças no sistema do ensino e massificar o desporto. O Governo Provincial do Zaire aposta tudo num município que começa a diferenciar-se pela qualidade de vida.
Nos projectos em construção, há a destacar 113 salas de aulas, centros de saúde, um hospital moderno e as infra-estruturas integradas de saneamento básico, arruamentos, iluminação pública, condutas de água potável e esgotos.
As obras em curso são de extrema importância para a vida dos habitantes do Soyo, por isso estão a ser acompanhadas ao pormenor pelo Governo Provincial do Zaire para garantir a sua qualidade. O governador Joanes André visitou as obras para se inteirar do andamento dos trabalhos. Reconheceu que a região está em franco desenvolvimento e sublinhou a urgência na conclusão das 17 casas em construção no bairro Kitona, para acomodação dos quadros que ali trabalham.
“Há a ideia de que na província não existem quadros. Quadros existem, mas precisamos de construir casas para acomodá-los. Quem está bem alojado trabalha melhor”, acrescentou.
As obras do futuro mercado municipal estão a correr bem. Quando estiver concluído oferece 512 bancas, 60 lojas, armazéns, creches e outros serviços essenciais. Outra obra em curso e que está a correr como o previsto, é o estádio de futebol com capacidade de 7.500 lugares. Um pavilhão polivalente para dois mil espectadores também foi visitado pelo governador Joanes André.
Casimiro José, professor, manifestou a sua satisfação com a reabilitação e ampliação de das escolas do município: “no próximo ano lectivo vamos ter melhores condições de trabalho, os alunos ganham mais amor às aulas e podemos matricular mais alunos do que este ano”.

Leia Mais


Ampliação e Modernização do Aeroporto Municipal do Soyo

 

Quem chega ao aeroporto municipal do Soyo, além dos aviões e helicópteros que aterram e levantam voo, depara-se com um movimento frenético de homens e máquinas a trabalhar na ampliação e modernização daquelas instalações. Os trabalhos decorrem a bom ritmo e até ao final deste mês devem terminar as obras que vão dar maior mobilidade a passageiros e tráfego aéreo. A nova sala de embarque, cuja capacidade actual é de 100 pessoas, está a ser preparada para mais de mil passageiros dia e 400 por hora.
As obras consistem na reabilitação da aerogare, da pista de aterragem, salas de embarque e desembarque, instalação de sistemas modernos de navegação, torre de controlo, área para carga e descarga de bagagens, lojas, restaurantes.
Director da Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e Navegação Aérea (ENANA) do Soyo, Alberto Lucamba explica que a pista de aterragem vai passar dos dois mil metros de cumprimento actuais para 2.100, com 30 de largura e sete metros e meio de berma.
“Com este alargamento, a pista pode receber aeronaves de pequeno e médio porte”, diz Alberto Lucamba, garantindo que a mesma está a ser preparada para receber voos nocturnos. A actual aerogare, no futuro, vai se transformada em terminal de carga.
“Os passageiros vão passar a ver melhoradas as suas condições de segurança quando passarem por este aeroporto”, garante o director da ENANA, acrescentando que as obras estão no bom caminho, uma vez que o empreiteiro está a trabalhar para que fiquem concluídas ainda este mês.
“A ampliação e modernização do aeroporto começou em Novembro do ano passado e termina agora em Agosto”, explica Alberto Lucamba, referindo que a ampliação e modernização vai imprimir uma nova dinâmica ao aeroporto, transformando-o numa referência na logística de carga.
O administrador municipal do Soyo, Manuel António, salienta que a ampliação e modernização do aeroporto vai trazer enormes benefícios à população local e às pessoas que diariamente se deslocam àquela vila petrolífera. “Enquanto as vias não forem suficientemente favoráveis, grande parte da população vai deslocar-se, tanto para Luanda, como para Cabinda, por via aérea. Naturalmente que se o aeroporto tiver mais capacidade para receber aviões de maior porte, também pode levar maior número de passageiros e satisfazer a procura existente”, explica o administrador municipal.

Leia Mais