A Partir de Segunda Feira os Angolanos Vão Ter um Novo Bilhete de Identidade

                                                        Foto Jornal de Angola

O novo Bilhete de Identidade integrado é lançado  segunda-feira pelo Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos, numa cerimónia que decorre na loja dos Registos da Samba, em Luanda.

O anúncio foi feito pela directora Nacional do Arquivo de Identificação Civil e Criminal, Felismina da Silva, referindo que o novo cartão visa proporcionar mais segurança dos dados dos cidadãos e simplificar o processo de recolha dos mesmos e uma validade de 10 anos.


Por Estes Dias “Vê-Se Mais Liberdade” em Angola Diz Luaty Beirão

 

O activista Luaty Beirão admitiu que se vê “mais liberdade” em Angola nestes dias, após José Eduardo dos Santos deixar o poder, mas que apesar das “coisas positivas” na actual governação é preciso deixar a “poeira assentar”.

Em declarações à agência Lusa, em Luanda, um dos rostos mais mediáticos da contestação à liderança de 38 anos de José Eduardo dos Santos, falava sobre a governação que desde 26 de Setembro está a cargo de João Lourenço e de ter feito hoje, sem sobressaltos, o lançamento do livro, sobre a sua prisão, em 2015, juntamente com outros 14

activistas.

“Termos conseguido o espaço, não ter havido nenhum tipo de pressão, nenhum tipo de recuo, eu acho que são passos significativos e é preciso que nós, cidadãos, continuemos a dá-los (…) Não podemos esperar só que sejam sinais que venham de cima, nós também temos que procurar ver se as portas estão abertas, e quando não estiverem, tentar abri-las”, afirmou.


Tomada de Posse do Novo Presidente da República de Angola dá Tolerância de Ponto na Terça Feira

Foto: Kindala Manuel/JAImagens

O Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS) divulgou uma nota onde informa que foi decidida a suspensão laboral na terça-feira, dia em que o Presidente eleito, João Lourenço, vai assumir formalmente o cargo de Chefe de Estado.


45% da População Activa em Angola não Trabalha

Quase metade (45%) da população activa em Angola não trabalha, o que significa que os direitos económicos permanecem por cumprir, aponta o coordenador do departamento de Estudos Sociais do Centro de Estudos e Investigação Científica da Universidade Católica de Angola, Nelson Pestana.


No Município de Belas Família Convive Durante 3 Anos Com Mina Antitanque Activa

Foto: Fernando CaluetoUma família de seis pessoas, quatro menores, vive há mais de três numa casa, situada nos Ramiros, município de Belas, em Luanda, onde está, mesmo ao lado da porta de entrada, uma poderosa mina antitanque pronta a explodir, o que só por muita sorte nunca aconteceu.