Namibe Já Se Assume Como “Gigante Ornamental” e Maior Manto Rochoso de Angola

Cobre, lítio, nióbio, permatites, petróleo e metais básicos são os minerais em prospecção na província do Namibe, que já se assume como “gigante ornamental” e maior manto rochoso de Angola, dada a abundância de mármore e granito na região.

Sem contar com os inertes, por ano são produzidos, localmente, milhares de metros cúbicos de granitos rosa e cinza, de mármores rosa, branco, branco com listras azuis, branco com listras verdes e de quartzitos tropicais e outros, encontrados em toda a extensão do território provincial.

O facto de a cidade de Moçâmedes ter sido construída sobre uma “manta de calcário” prova o enormíssimo potencial rochoso do Namibe, que tem a Huíla como o principal concorrente, sobretudo em matérias de granito, cuja referência é o “Negro Angola”, o mais consumido no exterior.

São rochas em abundância nos municípios de Moçâmedes, Tombwa, Camucuio, Bibala e Virei, em forma de montanhas, exploradas e hoje transformadas, localmente, em essencial, por três empresas nacionais que individualmente absolvem em média 200 metros cúbicos de blocos/mês.


Ainda Este Ano o Município do Tombwa na Província do Namibe Vai Ter Nova Fábrica de Conservas Farinha e Óleo de Peixe

A unidade de produção, que entra em funcionamento ainda este ano, vai garantir emprego a 27 cidadãos, representando 90% da força de trabalho. A iniciativa é do grupo empresarial Wafeng.

Uma fábrica de conservas, farinha e óleo de peixe e congelação de pescado, em construção no município do Tômbwa, província do Namibe, entra em funcionamento ainda este ano. Com uma capacidade para transformar e processar 5 mil toneladas de peixe por ano, a unidade fabril vai criar 704 novos postos de trabalho directos. O projecto que prevê ainda a construção de um estaleiro para fabrico de pequenas embarcações de fibra óptica, orçado em USD 50 milhões, uma iniciativa do grupo empresarial Wafeng.


480 Vagas Disponíveis na Academia de Pescas e Ciências do Mar no Namibe

Quatrocentas e oitenta vagas estão disponíveis na Academia de Pescas e Ciências do Mar, para o ano académico 2018, garantiu hoje, quarta-feira, a directora da instituição de ensino superior, Cármen dos Santos.

Para este ano lectivo a instituição vai contar com mais dois novos cursos, nomeadamente Electrónica Industrial e Engenharia Electrónica.


Ministro da Energia e Águas de Angola, Prometeu o Fim das Restrições no Fornecimento de Electricidade à Província do Namibe

O ministro da Energia e Águas prometeu o fim das restrições no fornecimento de electricidade à província do Namibe, ao discursar, domingo, no arranque de uma turbina com capacidade de produção de 28 megawatts, em Moçâmedes, noticiou ontem a Angop.


Residências e Infra-Estruturas Públicas na Vila do Tombwa na Província do Namibe, Ameaçadas Pelo Avanço do Deserto

Foto OPAÍSAs dunas avançam em força e já começaram a soterrar algumas residências e infra-estruturas públicas na vila do Tombwa, província do Namibe. Os habitantes estão desesperados. O Grupo Mitrelli, através da empresa Agricultiva, está a implementar um projecto que pode mudar o actual quadro.