Em Moçâmedes Hoje, Foi Inaugurada a Academia de Pescas do Namibe

Foto OPAÍS Jacinto FifueiredoO sistema de ensino da Academia é assegurado, neste momento, por 52 docentes nacionais, formados em Angola, Polónia e Portugal, e perspectiva-se o enquadramento de vários técnicos administrativos e auxiliares de laboratório


65 Milhões de Euros Disponibilizados Pela União Europeia Para Reforço da Segurança Alimentar em 3 Províncias do Sul de Angola

A União Europeia disponibilizou 65 milhões de euros para desenvolver em três províncias do sul de Angola, afectadas pela seca, um projecto para o reforço da segurança alimentar e nutricional, que deverá arrancar em 2018.


Construção de Uma Refinaria no Namibe e Ligação Ferroviária Moçâmedes Benguela

Dois grupos russos, Rail Standard Service e Fortland Consulting Company, vão investir 12 mil milhões de dólares na construção de uma refinaria no Namibe e numa ligação ferroviária entre as linhas de caminho-de-ferro de Benguela e de Moçâmedes, de acordo com um despacho presidencial


Plantação de Várias Espécies de Árvores Vai Formar uma Nova Cortina Florestal no Tômbwa, Namibe

namibeO município piscatório do Tômbwa vai contar, ainda este ano, com uma nova cortina florestal, num perímetro de oito quilómetros, com a plantação de várias espécies de árvores como Prosopis Hetifliosa, Shinus Molle, Leocena, Gliricidia Sapium e Acácia Nilotica.

A informação foi avançada hoje, sábado, à Angop pelo chefe de departamento do Instituto de Desenvolvimento Florestal, Pedro Chivela Joaquim.


Provincia do Namibe


A província do Namibe fica situada no sudoeste do país e tem 5 Municípios: Namibe (a capital), Bibala, Camucuio, Virei e Tombwa, ocupando uma superfície territorial de 58.137 Km².

O clima pode considerar-se tropical árido com a temperatura média a rondar os 21ºC, devido à influência da corrente fria de Benguela e do deserto do Namibe.

Quanto à flora o destaque vai para a famosa planta exótica “welwitchia mirabilis” (chamada localmente de Tombwa). Como animal raro, aparece o suricata, mamífero de 30 a 40 cm de altura que vive normalmente em desertos e campos secos e mantém-se na posição erecta apoiado nas patas traseiras e na cauda.

Para além do rio Cunene que passa e tem foz a sul da província existem outros rios como o sarujamba na região do Iona, a 200 km da sede provincial.

Existem perto do Virei, no tchitundo-hulo, pinturas rupestres que talvez possam ser atribuídas aos primeiros habitantes da região, os Bosquimanos. Os grupos que caracterizam a região são os povos Koysan e negros. Os Koysan são constituídos pelos Bosquimanos, Kedes e indivíduos de origem Hotentote mestiçados com Bantos. Os representantes dos negros não Bantos são os Kuissis e os cuandos. Também existe a etnia Mucubai.

A principal actividade económica da população é a pesca, apesar do sector agrícola, pecuário e industrial também serem ramos com forte peso na economia da província.

COMO CHEGAR
O acesso a todos os municípios é feito por via rodoviária com excepção da vila da Bibala que é feito por via ferroviária, através do caminho-de-ferro de Moçâmedes.

O acesso por via marítima é feito através dos municípios do Namibe e do Tômbwa.

Existe um aeroporto, Aeroporto Yuri Gagarin, no município do Namibe.

ONDE FICAR
Existem hotéis, pensões e residenciais no município de Namibe.

PARA VISITAR
Monumentos Religiosos – Igreja da Nª Srª de Fátima, Igreja de Santo Adrião e Igreja da Nª Srª do Mundo na Bibala.

Capela da Quipola – fica na área do Benfica, no Município do Namibe.

Capela da Praia Amélia – fica a dois quilómetros da cidade do Namibe.

Fortaleza de São Fernando – Actual unidade Militar da Marinha, fica situada no município do Namibe.

Fortaleza do Kapangombe – fica no município da Bibala, servia para a concentração de escravos antes de embarcarem para as Américas e é o actual quartel do exército.

Palácio do Governo – Localizado no centro da Cidade, na marginal do Namibe.

Deserto do Namibe – uma das maiores atracções turísticas da província e onde se pode observar a planta welwitchia mirabilis, localizada entre o Namibe e o Tombwa.

Parque Nacional do Iona – Foi estabelecido como Parque nacional em 1964. Tem 15.150 Km² e os animais que se destacam são o Guelengue e a zebra da montanha.

Reserva Especial do Namibe – Foi estabelecido como reserva especial em 1957. Tem 4.450 Km² e os animais que se destacam são o avestruz, o rinoceronte preto, a zebra da montanha, o suricata e .

ONDE COMER
Existem restaurantes no Namibe. A maior parte dos pratos típicos é confeccionado com peixe.

ONDE RELAXAR
Existem muitas praias na província e as mais conhecidas são as das Miragens, Praia Azul, Praia Amélia, Praia das Barreiras e Praia dos Flamingos e a Baia das Pipas. Também pode visitar as águas termais do Centro Turístico da Mutípa, em Bibala.

FESTAS E EVENTOS
As festas da Cidade acontecem a 4 de Agosto e as festas do mar, realizam-se durante todo o mês de Março e são muito concorridas com concertos musicais e provas desportivas, com destaque para o automobilismo.

PRÁTICA DE DESPORTOS
O Namibe oferece aos seus visitantes óptimas praias e zonas para a prática de desporto, principalmente para pesca submarina. A foz do Rio Cunene tem excelentes condições para a prática de pesca desportiva, desportos náuticos e caça submarina.

ITINERÁRIOS
Terra do deserto, a região reúne como maiores atracções turísticas a Welwitchia Mirabilis, o maior centro pesqueiro do país, o oásis do Arco e Carvalhão, as pinturas rupestres do Tchitundulo, o Parque Nacional do Iona na localidade de Espinheira e as construções de origem desconhecida em direcção à foz do rio Cunene. Na Foz do rio Cunene, poderá observar, as paisagens do deserto e as mais diversas espécies marinhas como tartarugas, golfinhos, tubarões, pelicanos, flamingos etc. Este percurso envolve uma passagem pelas belas dunas da região. Do Namibe, também parte a ferrovia que liga o litoral às minas de ferro da Jamba na Huíla.