Um dos Maiores Centros Portuários de Recreação ao Sul do Xwanza Vai Nascer na Restinga do Lobito

Foto de Carlos Augusto-Governador Isaac dos Anjosdos_anjos_governadorO governador diz que a restinga pode transformar-se no melhor centro recreativo ao Sul do Kwanza..

Numa recente visita à zona da restinga do Lobito, o governador Isaac dos Anjos manifestou o desejo de ver nascer no Lobito um dos maiores centros portuários de recreação (marina) ao Sul do rio Kwanza, usado por iates privados e botes recreativos.

Isaac dos Anjos manifestou tal intenção quando procedeu ao lançamento da primeira pedra para a construção do edifício de investigação e fiscalização pesqueira.

O País/Constantino Eduardo


Museu Etnográfico do Lobito que Data das Décadas 1930/40 Representa a Diversidade da Cultura Angolana

lobito_museu_etnografiaO Museu Etnográfico do Lobito, localizado no município com o mesmo nome, província de Benguela, é o retrato fiel da diversidade etno cultural dos povos de Angola, como prova a composição do seu acervo museológico.

Com mil e 513 peças de espólio geral, o Museu Etnográfico do Lobito, que  data das décadas 1930/40 (logo após consolidação da ideia do Porto e Caminho-de-Ferro de Benguela), surgiu, segundo o seu responsável, Cipriano de Sousa, da necessidade de se conhecer “por dentro” os habito e costumes dos então habitantes das áreas transversais do projecto  ferro-portuário, porém hoje retrata uma realidade cultural quase nacional. 


Nuvens Carregadas no Lobito Entre o Governador Provincial Isaac dos Anjos e o Administrador do Lobito, Amaro Ricardo

Foto de Mário Rui Ribeiro

lobito_nuvens_carregadasA recente tragédia em Benguela que vitimou pelo menos 74 pessoas, em consequência das chuvas que se abateram sobre a província reacendeu mais uma vez o clima tenso entre o governador provincial Isaac dos Anjos e o administrador do Lobito, Amaro Ricardo.

Tudo terá acontecido devido ao pronunciamento de Isaac dos Anjos que sem receios culpou a administração do Lobito pelo sinistro. De acordo com o responsável máximo da província “a falência administrativa e operacional”, do município do Lobito resultou na falta de limpeza e manutenção dos canais de drenagem, contribuindo assim para morte dos cidadãos daquela zona.


Após Chuvas no Lobito Oitocentos Efectivos das Forças Armadas Angolanas Actuam na Limpeza da Cidade

lobito_chuvasOitocentos efectivos das Forças Armadas Angolanas (FAA) e da Polícia Nacional (PN) realizam desde esta quarta-feira, uma ampla operação de desobstrução das valas de drenagem, remoção de lama e acúmulação de lixo em diferentes pontos da cidade do Lobito e arredores.

A informação foi avançada em conferência de imprensa pelo governador de Benguela, Isaac Maria dos Anjos, anunciando que na campanha de limpeza participam 600 efectivos dos três ramos das Forças Armadas Angolanas, nomeadamente Exército, Força Aérea e Marinha de Guerra e 200 da Polícia Nacional.


Todo o País Angolano em Campanhas de Solidariedade a Favor das Vítimas das Chuvas no Lobito

Foto de Mário Rui Ribeiro

lobito_chuvas_m.r.A sociedade reagiu em uníssono à tragédia provocada pelas chuvas no Lobito, Catumbela e Caimbambo. Campanhas de solidariedade promovidas por órgãos de Comunicação Social estão a angariar centenas de toneladas de donativos, que vão complementar a verba de cem milhões de kwanzas disponibilizada pelo Executivo para acudir aos sinistrados.

As chuvas que se abateram sobre a cidade do Lobito e bairros periféricos deixaram um cenário de destruição, com 74 mortos confirmados, o desabamento de 119 casas e a inundação de uma dezena de escolas.