Inaugurada no Lobito 2ªFase da Fábrica de Cabos Para a Indústria Petrolífera

Foto Macauhublobito_fabrica_cabosA segunda fase da fábrica de umbilicais do Lobito, a Angloflex Lda., foi inaugurada segunda-feira no decurso de uma cerimónia que contou com a presença da presidente da estatal Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol), um dos accionistas, noticiou a imprensa angolana.


Contentores de Carga Marítima, Apresentado em Angola Modelo de Reaproveitamento

contentoresUma solução modular para unidades industriais, comerciais e residenciais foi apresentada hoje (terça-feira), em Luanda, envolvendo a reutilização de contentores marítimos usados.

A inovação, segundo Rui Baía, director executivo da Angoltec ,proprietária do produto, resume-se no aproveitamento de contentores de carga marítima, transformando-os em pequenos edifícios que podem servir de escritórios, lojas ou habitação.


“Um Símbolo da Paz”, Angola Está a Construir Uma Fábrica Para Transformar Armamento em Barra de Aço

guerra_civil_angolaA African Business Magazine destaca Angola, e desta vez devido ao negócio do aço. A publicação lembra que se está a construir uma fábrica, no valor de 300 milhões de dólares, que, 17 anos após o fim da guerra civil, terá como função transformar armamento em aço em barra, para uso no desenvolvimento do país.


Grande Projecto Africano Construído na Região do Dande Vai Produzir 300 Mil Toneladas de Aço/Ano

açounidade fabril erguida de raiz na região do Dande, a 60 quilómetros a Norte da capital angolana (Luanda), construída numa área de 150 mil metros quadrados, com uma capacidade de produzir 300 mil toneladas de aço/ano, vai consumir 50 MW de energia eléctrica. De referir que 70 % do seu capital é detido por accionistas angolanos e os restantes 30% por estrangeiros. A construção da nova unidade fabril teve início em 2012 e a produção experimental de aço arrancou em Setembro deste ano (2015). Para a sua construção foram consumidos entre 40 a 50 mil toneladas aço.


O Granito Negro Explorado em Angola Alem de Fornecer o Mercado Interno Foi Exportado Para Países da Europa e Ásia

Foto Angopgranito_angolaA exploração de rochas ornamentais na província da Huila, atingiu, em 2014, um total de 28,9 milhões de metros cúbicos, no âmbito do programa de prospecção minerais elaborado pelo Governo.