Fantásticas Fotos de Diversas Paisagens Angolanas

Fotos no SkyscraperCityangola_8angola_25


É de Ir às Làgrimas – as Fotos Mais Espectaculares de Angola Jamais Vistas


Exposição em Lisboa com Mais de 80 Fotos, “Por Terras do Sul de Angola”

raid-por-terras-sul-angolaEm Junho de 2014, M.Margarida Pereira-Müler e Hans-Jürgen Müler percorreram com o VI Raid do Kwanza Sul as terras do Sul de Angola, numa viagem que começou em Luanda e os levou a Sumbe, Porto Amboim, Lucira, Lobito, Namibe, Lubango e Huambo, até à foz do Cunene e às quedas do Ruacaná.

Leia Mais


As Paisagens, os Cheiros, os Risos das Crianças Angolanas Pela Câmara da Portuguesa Inês Sarzedas

sarzedas-11-fullsizeEm Angola é mais fácil sentir. As paisagens, os cheiros, os risos das crianças. A felicidade inocente, espontânea, de quem com tão pouco consegue ser tanto… Inês Sarzedas apaixonou-se por este país, invulgarmente genuíno, há mais de 10 anos atrás. O trabalho levou-a até Angola, mas Angola levou-a à fotografia. Uma paixão que vinha desde criança, mas que África reacendeu. Depois, a tecnologia deu uma ajuda. O Instagram foi a forma que encontrou de dar a conhecer ao mundo uma realidade diferente daquela que se vê nas televisões. Mais de 2500 pessoas seguem Inês na rede social e acompanham as imagens que a sua câmara capta. Um passatempo, é certo, mas com a possibilidade de vir a ser muito mais.

Inês, fale-nos um bocadinho sobre si. Onde nasceu, onde cresceu, como foi a sua infância?
Nasci em Lisboa e aos oito anos, por motivos profissionais do meu pai, fomos viver para o Algarve. Talvez pelo facto de ter oito anos, já estar na escola, os amigos, não aceitei muito bem a mudança. Lembro-me como se fosse hoje, dia 1 de Agosto de 1980, um calor terrível, uma viagem de comboio com a minha mãe e o meu irmão. Ainda hoje, o Algarve não é um destino que me apeteça. Apesar de achar que não estava no sítio certo, tive uma infância feliz. Faço parte da geração em que se ia a pé para a escola e se brincava na rua até à hora do jantar. Era maria-rapaz. Jogava à bola, ao berlinde, adorava subir às árvores. Andava com os amigos pelas casas abandonadas, à procura de “tesouros”. Deve ter sido por esta altura que apareceu a vontade de viajar, conhecer tudo… Voltei para Lisboa, quando entrei para a faculdade. Frequentei o curso de Línguas e Literaturas Modernas – variante de estudos portugueses, até ao 3° ano, mas não terminei.

sarzedas-02-fullsizeLeia e Veja Mais


Veja Estas Belas Fotos de Angola Que Não Vai Arrepender-se

Fotos de Mário Rui Ribeiro
angola_rinoceronte_fim_dia

angola_flora_acacia_63740_n
angola_rinoceronte_fim_dia_00Veja Mais