Quase 2.300 Pessoas Sem Casa na Província de Malanje Devido a Chuvas Intensas

As chuvas intensas que caem há alguns dias na província angolana de Malanje deixaram quase 2.300 pessoas sem casa, as quais continuam sem receber qualquer apoio das autoridades.

De acordo com informação prestada pelo segundo comandante do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros de Malanje, Miguel António, indicando os municípios de Calandula, Cangandala, Cambundi Catembo, Malange, Luquembo e Quirima com o maior volume de destruição.

O responsável avançou que 383 casas ficaram destruídas, totalizando 2.298 pessoas afectadas.

Miguel António referiu que decorrem ainda trabalhos de levantamento de todas as zonas afectadas, pelo que ainda é “prematuro falar de apoios”.

Lusa/Sapo Notícias

 


Novamente as Chuvas a Causar Mortos e Inundações Por Toda a Cidade de Luanda

As fortes chuvas que se fizeram sentir na província de Luanda entre a noite de quarta-feira e a madrugada de hoje provocaram pelo menos dois mortos e inundações por toda a capital angolana, anunciou o governo provincial.

O anúncio foi transmitido após uma reunião extraordinária do conselho provincial de emergência, do governo de Luanda, que é liderado desde outubro por Adriano Mendes de Carvalho, para avaliação dos efeitos destas chuvas e para a tomada de “medidas pontuais”.


Seis Mortos, Seis Feridos e Quatro Pessoas Desaparecidas Balanço das Fortes Chuvas Caídas em Luanda

Seis mortos, seis feridos e quatro pessoas desaparecidas é o balanço das fortes chuvas que caíram entre o final da tarde de terça-feira e a madrugada de quarta-feira (22) em Luanda, anunciou fonte do Serviço de Proteção Civil e Bombeiros.


Bombas Flutuantes Para Controlar o Nível da Água Instaladas no “Rio Coelho” Viana

Foto O PaísBombas flutuantes, para controlo do nível da água, e tubagens de descargas fazem parte de um sistema instalado na bacia do Coelho”, no município de Viana, no sentido de impedir inundações naquele perímetro em período chuvoso.


Nos Próximos Tempos o “Rio Coelho” em Luanda Deixa de Ser Problema Causado pela Chuva.

Foto O Paísluanda_rio_coelhoO governador provincial de Luanda, Higino Carneiro, ficou ontem animado com o trabalho que está a ser feito na famosa bacia hidrográfica do Coelho, em Viana, que nos próximos tempos deixa de ser um problema causado pela chuva.

Depois de observar demoradamente algumas obras que decorrem no município de Luanda, no âmbito da segunda fase do Plano de Revitalização dos Eixos Viários de Luanda, Higino Carneiro parou na famosa lagoa do Coelho, em Viana, onde foi informado sobre o andamento acelerado das obras de construção das bacias hidrográficas.