Distribuídas em Várias Províncias Angolanas 300 Mil Plantas de Café

Trezentas mil plantas de café arábica foram distribuídas, este ano para relançar, incentivar e aumentar os níveis de produção e colheita nas províncias do Bié, Cuanza Sul e Huambo, informou hoje, domingo, no Cuito (Bié) o ministro da Agricultura e Florestas, Marcos Alexandre Nhunga.
O governante que falava a imprensa no final da visita de dois dias que efectou ao Bié, disse que o objectivo visa também, aumentar a arrecadação de receitas financeiras e divisas nos próximos anos com a comercialização do “bago vermelho”.

Explicou que, distribuições do género terão continuidade nas próximas épocas agrícolas, de forma a repor a cultura nas zonais tradicionalmente produtoras de café.

Actualmente se regista uma decadência na cultivo desse produto pelo que o Ministério da Agricultura e Florestas projecta adoptar paulatinamente técnicas que vão de acordo as novas tendências.

ANGOP


Consumo de 2 ou 3 Cafés Por Dia Protege as Células da Retina

Pesquisa desenvolvida pelas universidades de Coimbra (Portugal) e Bona (Alemanha) revela que consumo de cafeína, em doses equivalentes a dois/três cafés por dia, protege as células da retina.

A pesquisa abre caminho para o desenvolvimento de “novas abordagens terapêuticas para o tratamento de doenças da visão associadas a episódios isquêmicos, como a retinopatia diabética e glaucoma, duas das principais causas de cegueira a nível mundial”, informa a Universidade de Coimbra em nota divulgada nesta segunda-feira (15).


Com 85 Anos o “Velho Dias” Continua Com a Sua Fazenda de Café nos Arredores da Cidade do Uíge

Às primeiras horas do dia Joaquim Dias faz-se à estrada, sete quilómetros a pé, a caminho da pequena fazenda de café nos arredores da cidade do Uíge, que possuiu desde a saída dos colonos portugueses de Angola, em 1975, rotina inalterada, mesmo com 85 anos.


Aumentou Significativamente a Exportação de Café do Cuanza Sul para Portugal, Espanha e Alemanha

Foto O PAÍSO Instituto Nacional do Café (INCA) no Cuanza-Sul prevê que a redução da colheita deste produto de 3.842 para 2.839 toneladas no presente ano agrícola, em consequência da ausência prolongada de chuvas nesta província, o poderá reflectir-se na exportação


Para Relançamento da Produção de Café na Huíla e Benguela o Instituto Nacional do Café Distribuiu 75 Mil Mudas

O Instituto Nacional do Café (INCA) distribuiu, em Março, deste ano, 75 mil mudas de café arábica aos cafeicultores das províncias da Huíla e de Benguela, para relançar a produção desta cultura nestas localidades.