Jovens Que Queiram Obter Moradias nas Centralidades do Bié Terão Prioridade

Bié: Centralidade horizonte do Cuito: Foto de Leonardo Castro

O governador do Bié, Álvaro Manuel de Boavida Neto, tranquilizou hoje, quinta-feira, no Cuito, os jovens que queiram obter moradias, que terão prioridade na aquisição dos apartamentos das centralidades “Horizonte do Cuito e Andulo”, respectivamente.


Produção Agrícola, Água, Energia Eléctrica, Desminagem de Campos e Transporte Ferroviário Potenciaram o Fomento Agrícola no Bié

Foto Angop-Silos para conservação de produtos agrícolas em Camacupa

bie_silosProdução agrícola, água, energia eléctrica e transporte ferroviário deixaram de ser, nos últimos anos, problemas que faziam do Bié uma cidade quase parada. Localizado na região Centro, a 735 quilómetros da capital política, administrativa e económica do país (Luanda), o território procura ter de volta os tempos áureos dos cereais.

Para tal, quatro factores potenciam-lhe o fomento agrícola: desminagem dos solos, extensão da rede eléctrica, capacidade de captação e distribuição de água, além da recuperação da linha férrea. A combinação desses vectores tem trazido resultados visíveis nos campos de produção e ajudado a reduzir os índices de pobreza.


Bié e a Guerra dos Nove Meses, 45 Mil Mortos e 50 Mil Feridos

bié_2Um retrato que atravessou o mundo e ficou para a história. Entre matas e aldeias ensanguentadas, um povo faminto, doente e desorientado em busca de forças para sobreviver. A imagem desoladora repercutiu em cada pedaço de chão de um extenso território, com 70.314 quilómetros quadrados. Ilustrou um duro acontecimento que deixou perto de 45 mil mortos e 50 mil feridos: a guerra dos nove meses.

Era o conflito pós-eleitoral de 1993, que relegou 516 mil cidadãos à dura condição de deslocados, no município do Cuito, capital da província do Bié. O confronto brutal ceifou milhares de mulheres, crianças e idosos. Fez centenas de órfãos e viúvas, ávidos de pão e já sem lágrimas para chorar.


Preservação dos Monumentos Históricos Defendida no Cunhinga, Bié

Foto AngopbiéO administrador municipal adjunto do Cunhinga, José António Dandula, defendeu nesta terça-feira a necessidade da preservação dos monumentos históricos, para se manterem os hábitos e costumes e consequentemente a sua transmissão as novas gerações.

Em declarações à imprensa, o responsável sublinhou que o município controla seis monumentos históricos, que carecem de investimentos para a sua recuperação.

Dos monumentos históricos controlados, o responsável apontou a Missão Católica do Vouga, Igreja da Paroquia Imaculada da Conceição, Andas do Catemo, embala Candioco, Cemitério do Chimbotio, entre outros.


Reconstrução do Município da Nhârea é o Sinónimo da Construção da Nova Angola

Foto AngopMaria Lúcia Chicapa nhareaO município da Nharêa, a 176 quilómetros a norte da cidade do Cuito, província do Bié, é visto como o sinonimo da reconstrução e construção da nova Angola, devido o seu rápido desenvolvimento, afirmou hoje, sábado, a administradora local, Mária Lúcia Chicapa.

Em declarações à Angop no âmbito das comemorações dos 13 anos de paz em Angola que, assinala a 4 de Abril no país, Maria Lúcia Chicapa apontou entre os ganhos a reposição das infras-estruturas que haviam sido destruídas pela guerra pós-eleitoral de 1992.