Baia Farta-Centro de Referência Para Pessoas Portadoras de Deficiência


Angop – Um centro de referência com capacidade para 200 pessoas portadoras de deficiências, será construído nos próximos dias, no município da Baia Farta, 25 quilómetros da cidade de Benguela, numa iniciativa do governo provincial, informou hoje, segunda-feira, a directora provincial da Família e Promoção da Mulher, Assistência Social, Antigos Combatentes e Veteranos de Guerra, Maria Idalina Carlos.

Segundo a responsável, que visitou neste final de semana o local onde será erguido o centro, orçado em 200 milhões de Kwanzas, fez saber que a unidade vai beneficiar portadores de deficiência em todos os domínios.

Anunciou, por outro lado, a edificação de uma estrutura prisional para o julgado de menores na Baía Farta, tendo em conta a construção nos próximos tempos do tribunal de julgado de menores na província.

A directora salientou ainda que, para o município da Baia Farta está programado a construção de centros de recreação infantil, com vista a inserir socialmente as crianças.

Dados apurados pela Angop indicam estarem controlados na Baía Farta, 325 pessoas portadores de deficiência, 656 adolescentes com necessidades especiais e 236 idosos.