Novos Passos Serão Dados na Agenda Portugal Angola Diz Governo Português

O ministro dos Negócios Estrangeiros português afirmou hoje que Portugal e Angola vão trabalhar “no sentido de novos passos” na agenda bilateral, afirmando que as relações entre os dois países “nunca tiveram nuvens”.

Depois da “visita muito importante” do Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, a Angola, por ocasião da posse do novo chefe de Estado angolano, João Lourenço, os dois países trabalharão “no sentido de novos passos que sinalizem a importância das relações bilaterais e também desenvolvam a agenda bilateral”, afirmou Augusto Santos Silva, questionado pelos jornalistas se já há perspetivas de uma visita do primeiro-ministro, António Costa, a Luanda.


Relações Entre Angola e Portugal Estão Numa Frieza Disse o Embaixador de Angola em Portugal

O embaixador de Angola em Portugal, Marcos Barrica, disse, em Luanda, que as relações entre os dois países lusófonos “estão neste momento numa frieza”, como “de resto publicamente já se fez sentir”.

Marcos Barrica falava à imprensa à margem da IV sessão ordinária do Comité Central do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), partido no poder, do qual é membro.


Presidente João Lourenço Expressou Ontem Solidariedade com Portugal

O Presidente da República, João Lourenço, expressou ontem preocupação em relação às trágicas consequências provocadas pelos incêndios que deflagraram em Portugal, nos últimos dias, que ocasionaram um número avultado de vítimas humanas e perdas materiais.

Numa nota endereçada ao seu homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, o Chefe de Estado expressou, em nome do povo angolano, do Executivo e no seu próprio, a sua solidariedade para com o Governo e o povo de Portugal, perante estes “acontecimentos de tão graves proporções”.

João Lourenço assegurou ainda que o Presidente português pode contar com o apoio possível da parte angolana para que, de algum modo, se ajude a minimizar o sofrimento das vítimas.


Portugal Continua a Ser o País Que Mais Vende a Angola

Portugal continua a ser o país que mais vende a Angola, à frente da China, aumentando o volume de negócios em mais de 40 por cento no primeiro trimestre de 2017, face aos primeiros três meses do ano anterior.


Vivem em Portugal 20 000 Cidadãos Angolanos e Entre 100 a 150 Mil Portugueses a Viver e Trabalhar em Angola

Dinâmica económica entre Portugal e Angola tem oscilado. Depois de um boom de comércio e investimento no início da década houve uma retração. Mas a tendência poderá estar a mudar