Angola Conta Com 11 Zonas Húmidas

Angola conta com 11 zonas húmidas com potencial de aderirem à Convenção Ramsar, tratado internacional voltado à conservação e ao uso racional dos principais locais de alimentação de animais e plantas.

Esta informação foi avançada pela chefe de Departamento de Parques e Áreas de Conservação do Ministério do Ambiente, Nádia Bernardo, esclarecendo que estas zonas são importantes para manter a diversidade biológica de uma região biogeográfica especifica.

Segundo ela, a nível nacional foram identificados como candidatas a Lagoa do Carumbo (Lunda Norte), do Arco (Namibe), Saco dos Flamingos (Luanda), Mangais da Foz do Rio Chiloango (Cabinda), complexo Lagunário de Saurico (Bengo), Lagoa do Calumbo (Luanda) e Baia do Lobito (Benguela).

O Complexo de Zonas Húmidas de Kumbilo (Cuando Cubango), o troço do rio Kwanza da Muxima/Barra do Kwanza/Luanda, a lagoa da Quilunda (Luanda) e as Chanas do Parque Nacional da Cameia/Moxico são outras zonas húmidas eleitas.


Em Vez de Petróleo a Lego Vai Passar a Usar Cana de Açúcar no Fabrico das Peças

A empresa dinamarquesa vai deixar de fazer algumas peças a partir de petróleo e apostar na produção de brinquedos cuja matéria prima é obtida na cana-de-açúcar.

As primeiras peças de LEGO a partir de um plástico à base de cana-de-açúcar vão ser colocadas à venda ainda este ano, anunciou a marca esta semana.

Ao fim de mais de seis décadas a fabricar brinquedos a partir de plástico, a empresa dinamarquesa com sede em Billund decidiu começar a reduzir a utilização de petróleo. Desde 1963, o material utilizado é o Acrilonitrilo-butadieno-estireno (ABS), obtido a partir do petróleo. É altamente resistente e duradouro, mas poluente e não biodegradável.

“Pode soar pretensioso, mas acreditamos que é nosso dever para com as crianças não prejudicar o planeta ao constuir os seus brinquedos favoritos”, referiu Tim Brooks, vice-diretor do centro de responsabilidade ambiental e materiais sustentáveis da LEGO, numa entrevista ao Mashable.


Localidades Costeiras de Luanda Com Cemitérios na Orla Marítima São um Atentado Contra o Ambiente

Foto OPAÍSApesar de os corpos enterrados serem envolvidos em caixões de madeira, obrigando, deste modo, a uma decomposição mais demorada, não se pode descartar o facto de alguns líquidos libertados por estes cadáveres passarem pela madeira e entrarem em contacto com o solo e com as águas, defendem os especialistas.


Nova Lei de Bases da Floresta e da Fauna Selvagem de Angola Autoriza Caça de Subsistência

Foto de Mário Rui RibeiroA nova lei de bases da Floresta e da Fauna Selvagem de Angola prevê quatro regimes de caça no país, um dos quais de subsistência, gratuito, sem obrigatoriedade de licença e abrangendo apenas animais de pequeno porte.


Moçâmedes Inaugura a Primeira Estação de Tratamento de Águas Residuais em Angola

Foto de D.R.-Portal de Angola

Cidade de Moçâmedes, ganhou pontos em toda a Angola, por ser a primeira a inaugurar uma Estação de Tratamento de Águas Residuais, vulgo ETAR

Com a inauguração da primeira estação de tratamento de águas residuais, vulgo ETAR, a cidade de Moçâmedes deu uma “chapada” sem mão à capital do país, onde há mais gente a pensar em coisas menos boas do que a resolver problemas sérios.