Novo Aeroporto Para Mbanza Congo

O novo aeroporto, cujos trabalhos já tiveram inicio, no âmbito do Programa de Investimentos Públicos (PIP), está ser erguido na comuna de Kiende, a 33 quilómetros de Mbanza Kongo.

A informação foi avançada esta quinta-feira, em Luanda, pelo governador Pedro Makita, no final da II Reunião da Comissão Nacional Multissectorial para a Salvaguarda do Património Cultural Mundial, orientada pelo vice-presidente da República, Bornito de Sousa.

As autoridades da província do Zaire estão a mobilizar igualmente empresários nacionais e internacionais para investirem no sector hoteleiro na região. As estradas Luanda-Mbanza Kongo e Nzeto-Soyo beneficiaram também de um novo tapete asfáltico.

Reabilitação de monumentos históricos

O Ministério da Cultura identificou uma lista de monumentos históricos do país, cuja reabilitação já foi aprovada, no âmbito do Programa de Investimentos Públicos (PIP).


O Aeroporto da Catumbela em 2019 Poderá Começar a Receber Voos Internacionais

O aeroporto da Catumbela, na província de Benguela, que entrou em operação em 2012, terá condições de receber voos internacionais nos primeiros meses de 2019, garantiu quarta-feira o director da Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e Navegação Aérea (Enana), Armindo Chambassuco.

Falando à Angop, na sequência da visita do ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu, àquela infra-estrutura aeroportuária, o responsável afirmou que já só falta cumprir as últimas das cinco etapas do processo para a internacionalização do terminal, nomeadamente a fiscalização, aceitação e a entrega da certificação pelo Instituto Nacional de Aviação Civil (Inavic).

Para Armindo Chambassuco, a manifestação do interesse da Enana para certificação – que ditará a internacionalização do aeroporto, e a análise dos documentos pelo Inavic, já foram ultrapassados para o aeródromo estar apto para rotas de voos internacionais.

Quanto ao estado das infra-estruturas, assegurou estarem quase todas operacionais, com destaque para a pista de três mil e 700 metros de comprimento e 45 de largura, capaz de receber em simultâneo, três aviões de grande porte como o Boeing 777-300 em horas de pico.


A 29 de Junho Mais de 200.000 Aviões no Ar, Sendo Novo Recorde

“Hora de ponta acima das nuvens”. É assim que a FlightRadar24, que monitoriza o tráfego aéreo, denomina o dia mais movimentado de sempre no ar. Foi na passada sexta-feira, 29 de Junho, que 202.157 aviões atravessaram a Terra – nunca, num único dia, se tinham visto tantos voos.

No pico desse dia, mais de 19.000 aviões estiveram no ar ao mesmo tempo, refere a FlightRadar24, que diz que se tratou do dia mais movimentado do ano e o dia com mais tráfego que alguma vez monitorou.

Esta organização de rastreamento global de voos, fundada em 2006, diz que nunca antes tinha detectado mais de 200.000 voos num único dia.

Até agora, o dia com menos tráfego identificado pela organização foi no passado 25 de Dezembro, com 101.511 voos. “O Natal é, habitualmente, o dia menos movimentado do ano”, referiu a FlightRadar24 à RT News.

De acordo com a organização, Agosto é geralmente o mês mais movimentado em termos de tráfego aéreo.


As Obras de Construção do Novo Aeroporto Internacional de Luanda Ficam Concluídas em 2020

As obras de construção do Novo Aeroporto Internacional de Luanda (NAIL) ficam concluídas em 2020 caso não se venham a verificar constrangimentos de ordem financeira, disse terça-feira em Luanda o director-geral da Mace Group, empresa a quem foi adjudicada a fiscalização do projecto.

Rodrigo Januário, citado em comunicado divulgado pelo Ministério dos Transportes, informou que a pista Norte está com um grau de execução de 66%, a pista Sul com 56%, a placa central para acesso dos aviões ao terminal com 58% e que no terminal principal está concluída a estrutura de betão armado e a estrutura metálica da cobertura, bem como a totalidade das fachadas.

Em termos globais, adiantou aquele responsável, a construção do Novo Aeroporto Internacional de Luanda tem actualmente um grau de execução de 60%.

Em Outubro de 2017, no decurso de uma visita ao empreendimento pelo Presidente João Lourenço, o ministro dos Transportes, Augusto Tomás, informou que o NAIL, em construção desde 2004 por empreiteiros chineses nos arredores da capital angolana, só deveria iniciar a operação em 2019, um atraso de dois anos face à previsão anterior.


Angola Moderniza Espaço Aéreo com Instalação de Mais de 20 Estações de Comunicação

Angola vai instalar mais de duas dezenas de novas estações de comunicação no âmbito segunda fase da modernização do espaço aéreo, para cumprir as normas internacionais, permitindo melhorar a gestão estratégica do tráfego aéreo, anunciou o Governo.

De acordo com informação disponibilizada esta sexta-feira, 25, pelo Ministério dos Transportes, em causa está um contrato assinado em Abril entre a Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e Navegação Aérea de Angola e a empresa canadiana Intelcan Techonosystems, com vista à aplicação da segunda fase do Programa de Gestão e Controlo do Espaço Aéreo Civil (PGCEAC).

O investimento, de 63,360 milhões de dólares, prevê, no domínio dos sistemas de equipamentos de comunicações, a instalação de 14 estações VHF-ER (Very High Frequency-Extended Range), para perfazer 21 estações VSAT (Very Small Aperture Terminal), incluindo o reforço das comunicações do sistema de vigilância ADS C-CPDLC (Automatic Dependent Surveillance Contract and Controller Pilot data link Communication), já existente.

No domínio da vigilância aérea, o Ministério dos Transportes explica que serão instaladas nove estações de solo do ADS B (Atimatic Dependent Surveillance Broadcast) e implementado o sistema ABS B – Space Based, via satélite, entre outros equipamentos.