Não Existe Qualquer Preocupação Sobre a Dívida de Angola Para com a China, Diz Ministro Chinês

O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Wang Yi, disse este domingo, em Luanda, que não existe qualquer preocupação sobre a dívida de Angola para com a China, cujo valor não revelou.

O chefe da diplomacia chinesa, que realizou uma visita de 24 horas a Angola, falava em conferência de imprensa, no final de negociações entre os dois países, que serviram para a discussão sobre as obrigações de cada uma das partes sobre os vários acordos existentes, particularmente, a dívida de Angola para com a China.


Alarmante a Falta de Água e Energia Eléctrica no Lobito

Corrida aos Combustìveis-Foto e texto de Mário Rui Ribeiro– OH FACEBOOK ;
TOU A PENSAR QUE O “BANDIDO DO COLONO” LEVOU TUDO…

– CAMBADA DE INCOMPETENTES QUE JÁ DERAM PROVAS MAIS DO QUE SUFICIENTES QUE NÃO CONSEGUEM…
ENTREGUEMOS A ENDE A UMA COMPANHIA PRIVADA ESTRANGEIRA E VAMOS VER TUDO A MUDAR DE FIGURA NO ANO SEGUINTE..
PORRA QUE TRAMPA.!!!!????…..
CONTINUAMOS SEM ENERGIA E DAQUI A POUCO ACABA O GASÓLEO DO GERADOR E NEM SEI ONDE IR COMPRAR… ALGUEM PODE INFORMAR QUAL A BOMBA QUE TEM GASÓLEO POR FAVOR???…

NO PARALELO SEI QUE JÁ ESTÁ A 300,00 KWANZAS O LITRO…
PARA MIM NÃO DÁ…

– CASO CONTRARIO TEREI QUE FECHAR A EMPRESA E APRESENTAR OS PREJUIZOS À ENDE, A DITA CUJA EMPRESA DE ELECTRICIDADE…

Mário Rui Ribeiro

 


A Fabulosa Fauna de Angola em Fotos Maravilhosas

Fotos de Mário Rui Ribeiro


Lobito, Cidade Turística Charmosa Exótica… Porque Fedes?

Fotos e Texto de Mário Rui RibeiroCHEIOS DE LIXO OUTRA VEZ…
Lobito, Lobito, Cidade Turística Charmosa Exótica… Porque Fedes?
PORQUE TE TRATAM ASSIM?
CHAMAMOS TE A SALA DE VISITAS E TORNASTE TE SIM UM SALÃO DE LIXO…
CHORO E GRITO POR SOCORRO PORQUE TE AMO… ASSIM COMO MUITOS OUTROS QUE TEUS FILHOS SÃO…
MINHA TERRA MEU CHÃO…
POR ISSO EU VIVO AQUI…
OBG DEUS…


Um Viva à Vida

Fotos e Texto de Mário Rui RibeiroBom diaaaaaaaaa, gente boa…
Salve, sol glorioso !
Ao teu clarão fecundo,
A natureza canta e se extasia o Mundo.
Que tristeza, que dó, quando desapareces !
Vens, e a terra estragada e feia reverdeces;
Abres com o teu calor as sebes perfumadas;
Dás flores ao verdor das moitas orvalhadas;
Os ninhos aquecendo, as gargantas das aves
Dás gorjeios de amor, e harmonias suaves;
E, cintilando sobre os tufos de verdura,
Em cada ramo põe uma fruta madura.
A noite é como a morte; o dia é como a vida.
Ó Sol, quando te vais, a alma vaga perdida …
Os pensamentos mais são os filhos da treva:
Fogem, quando a brilhar, no horizonte se eleva
O Sol, pai do trabalho, o Sol, pai da alegria …
Salve, anúncio da Vida, e portador do Dia !

OBRIGADO POR TUDO ISTO MEU DEUS…