Projetos Para o Sector Eléctrico Apresentados em Lisboa Pelo Governo Angolano

As oportunidades de negócios no sector energético em Angola, na perspectiva de atrair investimento privado para os projetos no setor vão ser apresentadas nesta quarta-feira (12) em Lisboa, pelo secretário de Estado para Energia, António Belsa da Costa.

Belsa da Costa, que encontra-se em Lisboa desde segunda-feira, vai aproveitar esta 21ª edição do Fórum de Energia de África para atrair investimento, que arranca hoje, com mais de três mil personalidades de todo o mundo, entre ministros, investidores e académicos.

Autoridades angolanas vão aproveitar o fórum para atrair investimento privado, num sector que precisa de mobilizar quase três mil milhões de dólares para as infra-estruturas até 2022, para elevar a capacidade actual de geração de energia, passando dos actuais 3.334 Megawatts para 7.500 Megawatts. Está previsto que 500 Megawatts venham a partir de energias novas e renováveis.

No quadro do programa do aumento da oferta de energia no país, o Governo vem apostando na reabilitação e construção de novas fontes de geração de energia eléctrica,  com destaque a Central de Ciclo Combinado no Soyo, as barragem de Cambambe, Laúca, Capanda e Caculo Cabaça o que permitirá o país alcançar a capacidade de 7 mil Megawatts.

Além das três barragens já concluídas, com Caculo Cabaça ainda em obras, no Médio Kwanza estão previstas mais três empreendimentos, nomeadamente Túmulo do Caçador, Luime, Zenzo I e Zenzo II.

Além do governante angolano, o fórum contará com a presença de ministros da Energia de Moçambique, Costa do Marfim, Marrocos, Nigéria, Egipto, Ghana, Quénia, Uganda, África do Sul e Etiópia que vão, igualmente, procurar investidores ao longo dos três dias do evento.

O Governo português vai apresentar, no último dia do fórum, o processo de concurso para 1,35 GW (para 2019) e 700MW (para o início de 2020) de projectos fotovoltaicos em Portugal.

África 21 Digital

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.