A Maior Reserva de Petróleo do Mundo é da Venezuela

Se o custo de produção de um barril é de menos de 9 USD para os sauditas, segundo dados da OPEP, na Venezuela e no Brasil esse custo sobe para 27,62 USD e 34,99 USD, respectivamente.

A Venezuela é actualmente o País com as maiores reservas de petróleo do mundo, avaliadas em cerca 300,8 biliões de barris, segundo informações avanças pela CIA, Agência de inteligência dos Estados Unidos.

De acordo com a informação divulgada recentemente a que o Mercado teve acesso, o País ainda liderado por Nicolás Maduro (pese embora o líder da oposição Juan Guaidó se tenha auto declarado presidente), enfrenta inúmeros desequilíbrios macroeconómicas o que tem afectado negativamente a qualidade de vida dos venezuelanos.

dade de vida dos venezuelanos. Segundo o Banco Central daquele País, as exportações de petróleo, que representam pouco mais de 96% das receitas da América do Sul, caíram para 28,8 mil milhões USD em 2018. Mas em 2013, as receitas provenientes da exportação deste recurso, fizeram entrar nos cofres do Estado mais de 85,6 mil milhões USD, e no ano seguinte 71,7 mil milhões USD, ano em que os preços do petróleo registaram uma queda significativa no mercado internacional.

Apesar do País ter verificado uma recuperação nos preços desta commodity em 2016, uma forte queda na produção da Venezuela impediu a recuperação financeira do País. Segundo dados oficias, a oferta de petróleo que era de 3,2 milhões de barris/dia há dez anos, foi de apenas 1,03 milhões barris/ dia no mês de Abril.

Na edição nº 208 do Mercado, analisou-se alguns indicadores da economia venezuelana, entre eles a inflacção, que segundo a autoridade monetária venezuelana, a mesma terá sido de mais de 130 000%, informação esta que contrasta com os dados do Fundo Monetário Internacional (FMI) que considerou uma inflacção de 1.370.000% o ano passado, e prevê uma inflação de 10.000.000% este ano informação esta que contrasta com os dados do Fundo Monetário Internacional (FMI) que considerou uma inflação de 1.370.000% o ano passado.

Relativamente à sua capacidade de geração de riqueza, o País registou uma contracção de cerca de 47,6% de 2013 a 2018. Contas feitas, em média, a economia terá caído, nos últimos cinco anos, cerca de 9,52%.

Voltando ao ranking das reservas do petróleo, o segundo lugar é ocupado pela Arábia Saudita, que conta com aproximadamente 266,5 biliões de barris, seguido do Canadá, Irão, Iraque, cada com representações de 168,7 biliões de barris, 158,4 biliões de barris e 142,4 biliões de barris.

Custo da produção do petróleo

A posse de grandes quantidades de petróleo, como é o caso de Países como a Venezuela, nem sempre é sinônimo de riqueza. O País enfrenta uma crise econômica que fez com que até 3,4 milhões de venezuelanos abandonassem o País.

As razões por trás do caso venezuelano são várias e muito diversas, e a quantidade das reservas de petróleo é apenas um factor entre os que determinam se a exploração é ou não lucrativa.

Um país com grandes reservas nem sempre consegue extrair e vender todo o petróleo que pode. Na Venezuela, a geologia não facilitou esse trabalho. A maioria do seu petróleo é do tipo pesado, e esta alta densidade torna mais difícil e cara sua extracção, porque é preciso usar dissolvente para que o material possa circular.

Além disso, após as sanções econômicas impostas pelos Estados Unidos, a Venezuela não pode comercializar o que produz tão facilmente, porque sua rede de compradores se reduziu consideravelmente.

O Canadá é outro exemplo de país com grandes reservas e um custo de extracção elevado, porque seu petróleo também é maioritariamente pesado. Outros países enfrentam diferentes tipos de restrições, como altos impostos, no caso de Brasil e Estados Unidos. Recorde-se que ambos os países detêm reservas avaliadas em 12,9 mil milhões de barris e 35 mil milhões de barris, respectivamente. Tudo isso eleva o custo de produção. Extrair um barril no Brasil custa quase quatro vezes mais do que na Arábia Saudita, por exemplo, onde a maior parte do petróleo é líquido e mais fácil de comercializar. Se o custo de produção de um barril é de menos de 9 USD para os sauditas, segundo dados da OPEP, na Venezuela e no Brasil esse custo sobe para 27,62 USD e 34,99 USD, respectivamente.

Mercado

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.