Ao Contrário do Anunciado a TAAG Aumenta Tarifário dos Voos Domésticos

A TAAG anunciou, em comunicado, no início do mês, que tinha revisto o tarifário dos voos domésticos, baixando o preço das viagens para as províncias, mas o NJOnline fez as contas, tendo como base o tarifário anterior, que data de Fevereiro de 2018, e concluiu que o preço das viagens aumentou, em alguns casos, na ordem dos 20%.

Tendo em conta o comunicado da TAAG e o tarifário que resultou da revisão efectuada no ano passado por esta altura, a viagem para o Lubango custava 63.421 kwanzas, isto sem os descontos de 10 e 20% anunciados pela companhia em Fevereiro e sem as taxas, mas a mesma viagem custa agora 77.330 kwanzas, de acordo com os valores avançados pela companhia à Angop.

Já a viagem Luanda-Luena, que custava 66.541 (também sem os referidos descontos), custa agora 80.757 Kz. No caso da viagem Luanda-Huambo, o bilhete, que custava 60.926 kz kwanzas (sem os tais descontos), passou, com a entrada em vigor deste tarifário, a custar 83.941 kwanzas.

Também a viagem para a cidade de Menongue, no Kuando Kubango, que custava 66.853 kz, custa agora 73.143, em económica.

Apenas no caso da viagem para Saurimo, na Lunda Sul, o preço da viagem é agora um pouco mais vantajoso: Os passageiros deverão desembolsar 77.042, quando antes pagavam 77.880 pela viagem em classe económica.

Mas a confusão reina entre os preços avançados pelo serviço de apoio. Se, ao Jornal de Angola, foi avançada a informação de que as viagens para o Lubango custam agora 93.525 kwanzas, para o Huambo 91.616, e para Saurimo 87.934 kwanzas, ao NJOnline foi dito que para o Lubango era possível obter um bilhete por 77.000 Kz, para o Huambo 75.000 e para Saurimo 73.000, e que estes valores correspondiam ao novo tarifário.

A informação, no entanto, não bate certo com os valores disponíveis no site da companhia, onde uma viagem para o Lubango está à venda a partir de 83.039 Kz. Já para o Huambo, a mesma viagem está a ser promovida por 76.748 kz, enquanto que para Saurimo custa 96.723.

Também a Angop avançava, no dia em que a TAAG emitiu um comunicado (1 de Fevereiro) em que anunciava a suspensão das refeições na classe económica nos voos domésticos, bem como a redução das tarifas, que “através do Apoio ao Cliente da referida companhia (terminal telefónico 923 190 000), apurou-se que os preços dos bilhetes para os destinos domésticos reduziram na ordem dos seis por cento (aproximadamente dez mil kwanzas), com excepção da província de Cabinda”.

Assim sendo, continua a Angop, “e citando apenas algumas, a viagem de ida e volta para o Lubango na classe económica custa 77.330 kwanzas. Para o Huambo são comercializadas a 83.941.00 kwanzas (económica)”.

Já para Saurimo (Lunda Sul), os passageiros deverão desembolsar 77.880 kz pela económica, escreve por fim a Angop.

Perante tal confusão, o NJOnline pediu aos leitores que fizessem chegar à redacção bilhetes comprados antes da revisão do tarifário. Um dos leitores fez-nos chegar um bilhete para Catumbela, Benguela, comprado a 4 de Janeiro de 2019, pelo valor de 67.135, já com as taxas incluídas, o que prova que a viagem Luanda-Catumbela-Luanda sofreu um aumento de 12.665 kz, pois, de acordo com o novo tarifário, custa agora, se comprada com dois dias de antecedência, 76.700 kwanzas. No entanto, a mesma viagem estará disponível a partir de 65 mil se reservada com uma antecedência de duas semanas, disse-nos o serviço de apoio ao cliente, e está anunciada no site por 66.684 kz.

Notas: O NJOnline teve como referência o último tarifário apresentado ao público, datado de Fevereiro de 2018, que comparou com aquele que foi anunciado no início deste mês.

A redacção contactou o gabinete de comunicação da companhia para que comentasse esta informação, mas após várias tentativas, e depois do envio de mail, na quarta-feira de manhã, com pedido de resposta urgente, não foi possível obter uma reacção da TAAG.

ANGONOTÍCIAS

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.