Faleceu Alberto da Silva “Pepino” um Homem “Extraordinário” Pela Sua Persistência e Superação.

Em declarações à Angop pelo passamento físico do veterano ciclista, sábado último, Dom Óscar Braga, disse que Benguela e o país perdem um grande patriota que desde cedo tornou-se num homem extraordinário, o que ele sempre quis ser. 

“ Conheci o Pepino em 1975 quando chegava a Benguela como Bispo da Diocese e lembro-me a primeira aventura de bicicleta de Pepino a província do Huambo e mais tarde para Luanda, que desde a data mantiveram um laço de amizade, até a sua partida para outra vida”, recordou.

Fez saber ainda que durante estes anos, a convivência entre os dois era irreversível, lembrando que quando Pepino entendeu formar a sua família, foi Dom Óscar que realizou o seu casamento religioso. 

Defendeu ser necessário que a família preserve bem o legado por ele deixado e que a sociedade, sobretudo a juventude saiba trilhar o exemplo desta lenda que apesar da idade levou ao mais alto nível o nome de Angola, além fronteiras, através do que ele sempre gostou de fazer em prol da pátria e das pessoas carenciadas.

O Bispo emérito referiu, por outro lado, que Pepino não se destacou apenas no ciclismo, sempre foi um homem trabalhador, marceneiro de profissão que com sua arte fez várias coisas para ajudar o país desde os tempos mais difíceis.

Alberto Silva “Pepino” morreu sábado último, aos 95 anos de idade, vítima de uma paragem cardiovascular no Hospital Geral de Benguela. O seu funeral realiza-se, terça-feira, no Cemitério Velho da Camunda.

Por seu lado, numa nota de condolências, o Governo Provincial considera a figura de Pepino, incontornável na história do desporto nacional, onde de forma incansável dedicou toda a sua vida, concretamente no futebol, atletismo e ciclismo.

Segundo a nota, o desporto nacional perde assim um dos seus maiores ícones de cuja memória toda nação deverá ser guardiã, considerando que em vida ganhou dela referência de carinho e admiração como o “leão” da estrada, gladiador do asfalto, entre muitos.

Já o Comité Municipal do MPLA mostra-se consternada numa nota de condolências, pelo passamento físico de Alberto da Silva “Pepino” e exalta a memória e feitos do malogrado em prol do desporto no país.

ANGOP

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.