35 Anos Depois o Caminho de Ferro de Moçâmedes Retoma a Circulação Entre a Jamba e Tchamutete

Foto OPAÍSO Caminho-de-ferro de Moçâmedes, (CFM) procedeu ontem ao lançamento do comboio comercial que ligará a sede municipal da Jamba à comuna do Tchamutete, província da Huíla.

A circulação do comboio, no interior do município da Jamba, vai assegurar a livre circulação de pessoas e bens, do campo para a cidade, bem como reduzir as despesas que muitos comerciantes encontram na transportação dos seus bens produzidos no campo. Na ocasião, o governador provincial da Huíla, João Marcelino Typinge, que testemunhou o acto de relançamento da circulação ferroviária, disse que o gesto serve para cumprir promessas feitas ao eleitorado pelo Governo do MPLA.

“Como prometemos há tempos, viemos cá hoje para cumprir o que prometemos, viemos trazer o comboio para apoiar as nossas populações, tendo em conta o mau estado da estrada que liga a comuna de Tchamutete. É necessário que se criem condições de circulação para as nossas populações, um transporte seguro e barato, capaz de responder às necessidades dos habitantes desta comuna, que ficaram privados deste bem público por mais de 30 anos”, disse.

Por seu turno, o administrador comunal de Tchamutete, Galiano Tyamba, reconheceu que o lançamento do comboio comercial vai proporcionar aos habitantes da localidade que dirige inúmeras vantagens, com realce para o sector social. Galiano Tyamba informou que para a comuna, o comboio vai trazer vantagens, sobretudo no relançamento da exploração de ferro e ouro na mina do Mupopo, ali localizada. O responsável administrativo disse também que a comuna que dirige reserva imenso potencial na produção de cereais, com destaque para o milho, feijão e massango, porém, não tem sido fácil fazer chegar tais produtos aos mercados consumidores, por falta de transportes e o mau estado da estrada.

“A circulação do comboio comercial neste município vai, de certa maneira, suprimir o sofrimento que as nossas comunidades vivem até hoje com gastos em passagens nos candongueiros. Repare que daqui ao Lubango paga- se 10 mil Kwanzas de ida e volta, mas com a retomada do comboio, tudo isso fica para traz! Na verdade é um ganho para a população desta comuna e ainda esperamos que num futuro muito próximo também se inicie a exploração do ferro e do ouro”, adiantou. O soba grande da comuna de Tchamutete, Luciano Intya, manifestou, por sua vez, a sua satisfação, tendo dito que, doravante, as mercadorias produzidas no campo, vão deixar de deteriorar- se, porque já estão garantidas as condições de escoamento do campo para a cidade.

“Estamos muito satisfeitos com a chegada do comboio à nossa localidade, que não víamos desde 1982. Tínhamos muitas dificuldades em transportar aquilo que os camponeses produziam aos locais de venda. A partir de hoje isso tudo fica para trás”, assegurou. Deolinda Ana Maria, 45 anos, é revendedora de milho na comuna de Tchamutete, considerou que com a circulação do comboio, a vida fica mais facilitada para todos os comerciantes da comuna. “Estamos satisfeitos com a chegada do comboio, é mais um dos ganhos da paz, e vai melhorar a vida de todos aqueles que desenvolvem as suas actividades comerciais aqui na nossa comuna. Esperamos que este seja mesmo um passo para o bem das populações e comprometemo-nos cuidar dele”, garantiu.

O ramal ferroviário do troço que liga o entroncamento da comuna do Dongo à de Tchamutete, município da Jamba, possui uma extensão de cerca de 94 quilómetros de linha férrea. Entretanto, uma fonte bem posicionada no CFM revelou que o comboio inaugural de passageiros será realizado ainda esta Sexta-feira. Numa primeira fase, a frequência será de um comboio por semana, sendo que o bilhete de passagem custa 100 Kwanzas do Dongo para a sede municipal da Jamba, e 300 Kwanzas do Dongo para a comuna de Tchamutete. Tchamutete tem uma população estimada em 27 mil habitantes que se dedicam à agricultura, pesca artesanal e criação de gado em pequena escala

OPAÍS/

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.