Os Projectos do Pólo Turístico de Cabo Ledo Estão em Curso

Surf em Cabo Ledo-Foto Angop

Várias acções inseridas no Plano Operativo do Turismo relativos aos projectos do Pólo Turístico de Cabo Ledo estão em curso, com destaque para demarcação do perímetro como reserva especial para prática do surf.

A informação foi avançada nesta quarta-feira pelo director do Pólo de Cabo Ledo, Lucrécio Mangueira, no IX Conselho Consultivo do Ministério da Hotelaria e Turismo, que decorre na capital sob o lema “O papel do turismo na diversificação da economia”.

Neste contexto, informou que foram melhorados os acessos à praia dos surfistas e demarcado o limite de acesso para viaturas.

O Pólo Turístico de Cabo Ledo, disse, conta actualmente com casas de banho públicas, parque de estacionamento, bar de praia, posto de salva vida, posto de polícia, bombeiros e protecção civil, bem como eco-resort.

O responsável sublinhou que o gabinete do Pólo criou e fez aprovar recentemente um guia e normas de utilização de praias.

Criado em 2011 e em actividade desde Janeiro de 2012, o Pólo de Desenvolvimento Turístico de Cabo Ledo necessita de investimentos em infra-estruturas na ordem de 400 milhões de dólares, para atrair mais investidores privado e aumentar a actividade turística na área.

O projecto, localizado no município da Quissama, província de Luanda, demonstra a aposta do Executivo angolano nos sectores do Turismo e Pescas.

ANGOP

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.