O Turismo Brasileiro em Portugal Continua em Alta

A actividade turística em Portugal abrandou em Março, mas a afluência de cidadãos brasileiros aos hotéis portugueses não: o turismo brasileiro em Portugal continua em alta.

O número de dormidas de turistas brasileiros nos hotéis portugueses em Março ascendeu a 133 mil, mais 87% do que no mesmo mês do ano passado, de acordo com os últimos números publicados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Foi o maior crescimento entre os principais mercados emissores de turistas estrangeiros para Portugal.

No conjunto do primeiro trimestre do ano os hotéis portugueses faturaram 394 mil dormidas de cidadãos provenientes do Brasil, um registo 61% superior ao do mesmo período de 2016. Também nesta base de comparação o Brasil teve o maior crescimento entre os principais mercados emissores de turistas estrangeiros para Portugal.

A segunda nacionalidade que mais cresce no turismo em Portugal este ano é a polaca (quase 35% mais dormidas no primeiro trimestre do que em igual período do ano passado), seguida dos norte-americanos (com um crescimento de 28,7% em termos trimestrais).

Brasil é o sexto mercado emissor

Globalmente, o Brasil foi em Março o sexto maior mercado emissor de turistas estrangeiros para Portugal, uma posição que vem mantendo há algum tempo.

À frente do Brasil está a procura turística oriunda do Reino Unido (que gerou 561 mil dormidas nos hotéis portugueses em Março), Alemanha (475 mil dormidas), Espanha (216 mil), França (211 mil) e Holanda (177 mil dormidas), segundo o INE.

Entre os principais grupos de turistas estrangeiros a nota negativa vai para os espanhóis, cuja procura em Portugal caiu quase 44% em Março e 21,5% no total do primeiro trimestre.

Actividade na hotelaria portuguesa abrandou

No total, os hotéis portugueses contabilizaram 1,4 milhões de hóspedes em Março, com um crescimento de 0,9% face ao ano passado. Em Fevereiro o crescimento em termos homólogos tinha sido de 8,6%). Já o número de dormidas em Março baixou 0,2% face a 2016, depois de em Fevereiro ter subido 8,2%.

Os dados do INE revelam que as receitas totais dos hotéis portugueses em março subiram 9,9% face ao ano passado (em Fevereiro tinham crescido 14,5%). No acumulado do primeiro trimestre as receitas foram de 449 milhões de euros, mais 13,5% do que em 2016.

A taxa média de ocupação ficou em 39,8% em março, 1,6 pontos percentuais abaixo do verificado um ano antes. No conjunto do primeiro trimestre a taxa de ocupação foi de 34,9%, 1,3 pontos acima do que se registou nos primeiros três meses de 2016.

África 21 Digital

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.