Conheça Lá no Fundo do País na Costa Virgem do Namibe, a Praia das Pipas

Fotos de Pedro CarrenoLá no fundo do país, na costa virgem do Namibe, as praias sucedem-se em extensões enormes de areia e mar encravadas no deserto. Pipas é dessas baías de enormes céus, vastidão de areia e mãos fortes dos pescadores da nossa terra.

Uma antiga traineira encalhada resume a história desta baía a norte da cidade do Namibe. Os mares destas terras são arca de tesouro com uma riqueza natural incrível. Como outras enseadas da província do deserto, a Praia das Pipas é porto de abrigo perfeito para quem faz do mar casa e sustento.

As histórias dos pescadores neste areal imenso em forma de U, terminado em duas pontas rochosas, são a alma da praia. Quinhentas pessoas vivem na aldeia ali perto, que começou no princípio do século passado. Contam que nesses anos que já lá vão, chegaram dois pescadores portugueses que ali, no meio de uma imensidão de terra arenosa e mar, fixaram redes e casa. Casaram-se com mulheres da região e tiveram filhos. Um deles, Alberto Gomes, ainda hoje é recordado em crónicas locais. Homem do mar, claro está, na Praia das Pipas recebia os visitantes com peixe fresco, bailaricos e um sorriso de orelha a orelha. Tornou-se tão famoso entre pescadores e marinheiros que um dia até teve direito a almoçar num navio de guerra português que ali fundeou à margem de qualquer protocolo, só para conhecer o mito em pessoa. A figura ficou nas memórias das gentes.

Essas farras ficaram lá atrás. Hoje a Praia das Pipas é lugar perfeito para perder-se no deserto e no oceano que banha as costas do Namibe. A baía está rodeada de terra a perder de vista. As praias são linha mais ou menos contínua que vêm do norte e descem costa abaixo até à foz do Cunene, já na fronteira com a Namíbia. Silêncio, murmulhar de ondas, muito sol e paisagens que, de tão inóspitas, são magnetos que nos desnorteiam num perder-se que sabe tão bem. Mar azul e límpido. Como noutras regiões do país já não se vê. Em plena rota da Corrente Fria de Benguela que traz toda essa riqueza ao Namibe.

Caminhar pelo areal é uma das opções para quem não quer grandes confusões e o que mais quer é recluir-se num cantinho paradisíaco e quase intocado. Ao longo de quilómetros e quilómetros de areia entre os pés, poderá apreciar um território que esconde no seu ventre milhões de anos de história. Aqui, o Projecto Paleo-Angola encontrou vestígios de animais com mais de 66 milhões de anos. Tartarugas gigantes e dinossauros marinhos fazem parte das entranhas das escarpas argilosas desgastadas pelos ventos e maresias. O potencial da região em ossadas, pegadas e marcas de dinossauros contribuiu em grande medida para fazer de Angola a “última fronteira da paleontologia”, como classificou o nosso país um especialista mundiais nestas coisas, o académico Louis Jacobs.

Voltando aos animais de hoje, a pesca desportiva é um dos passatempos que a Praia das Pipas tem para oferecer. Peixes vários, camarão, lagosta, mexilhões são só alguns dos pitéus que a Praia das Pipas põe sobre a mesa. Fale com os habitantes locais. Pode comprar-lhes algumas destas iguarias. Justamente negociado, poderá provar ali mesmo os peixes cozinhados por quem lhes conhece os segredos.

As noites também são para aproveitar. É possível acampar no areal, desde que o faça com cuidado e respeitando o espaço que é de todos. A Praia das Pipas começa já a passar de boca em boca e são cada vez mais os turistas que a começam a visitar. Vêm não só do Namibe (a praia fica a pouco mais de meia hora da capital da província), mas também de Luanda, Benguela, Huíla, Cunene e até da Namíbia e África do Sul. Uma pérola mais que começa a pôr o país nas rotas obrigatórias do turismo da região austral do continente.

Esperemos que essa paz continue por muito e muito tempo. Enquanto isso, aproveite o ambiente familiar e relaxado deste lugar lá no sul. Ponto de partida para visitar outros sítios interessantes desta província fantástica – Baía dos Tigres, Deserto do Namibe, as pinturas de Tchitundo-Hulo no vizinho Virei, e outras praias de pescadores como Lucira ou Bentiaba.

Como ir

A Praia das Pipas fica a cerca de 30 km a norte da cidade do Namibe. Saindo para norte do Namibe pela EN280, entre na estrada que dá acesso a Cambongue. Encontrará a picada que sai à esquerda e que liga a Baía das Pipas, Mucuio e Pescaria Baba.

Rede Angola/Pedro Cardoso

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.