O Complexo Agro-Industrial Aldeia Nova Vai Lançar no Mercado Angolano Leite Achocolatado e Feijoada em Lata

O complexo agro-industrial Aldeia Nova colheu 15 mil toneladas de cereais em 2016 e prepara-se para lançar dois novos produtos no mercado. Tratam-se do leite achocolatado e a feijoada que, numa primeira fase, serão comercializados no mercado nacional.

Quinze mil e 200 toneladas de cereais foram colhidas durante o ano agrícola 2016 a 2017 pela firma Aldeia Nova S.A no espaço de dois mil hectares de terra, no município da Cela, província do Cuanza-Sul, revelou em Waku Kungo o seu diretor- geral adjunto, Hermenegildo Francisco. De acordo com o responsável, daquela cifra 11.700 toneladas são de milho e 3.500 toneladas são de soja. “Cultivamos o milho em 1.300 hectares, e 700 hectares foram reservados para o cultivo de soja.

Estas cifras resultam do investimento feito na formação de técnicos agrícolas, bem como na boa qualidade das sementes e inputs necessários”, explicou, Hermenegildo Francisco. Segundo o responsável, apesar da crise, a actual situação da Aldeia Nova é segura, sublinhando que há estabilidade na área de produção. Refere ainda que a produção de ovos estabilizou.

No entanto, ressalva que antes fora fixada a meta de 400 mil ovos por dia, mas houve que reduzir, em função da estabilidade do mercado, para 320 mil ovos/dia. “No que concerne à produção de leite, estamos com três mil litros/dia, ao passo que a produção da refeição completa está a ser feita apenas por encomenda, tendo em conta a actual situação do mercado”, explica. Por outro lado, realça que ocorreu recentemente o repovoamento do aldeamento um com 200 cabeças de vacas leiteiras, com vista aumentar a produção de leite, o que acontecerá entre o final de Janeiro e princípio de Fevereiro. O repovoamento vai permitir o aumento da produção de leite de três mil para sete mil litros diariamente. “Em função da aquisição das novas cabeças de gado tivemos que requalificar o nosso sistema de produção de lácteos com novos equipamentos industriais para a transformação de leite”, explicou.

Dois novos produto no mercado

De acordo ainda com o director- geral adjunto da Aldeia Nova, nos próximos dias serão lançados dois novos produtos no mercado, designadamente, o leite achocolatado e a feijoada. O leite achocolatado terá um prazo de consumo de até três meses. A nova linha de produção de feijoada terá capacidade para produzir um máximo de quatro mil latas/dia em três sabores, encontrando-se os equipamentos já montados e ensaiados, tendo já sido certificados pelo Ministério da Indústria, e a sua produção será em função das necessidades do mercado nacional. “Não vamos nos limitar à produção de iogurte, gelados e queijo. Temos outros produtos por lançar nos próximos dias”, avançou.

A princípio, os produtos serão comercializados nas grandes superfícies comerciais e, posterior mente no mercado informal e outros agentes comerciais. A firma Aldeia Nova conta actualmente com 14 aldeias divididas por três aldeias de produção de leite e 11 aldeias de produção de galinhas poedeiras. O município de Cela (Waku Kungo), um dos doze que integra a província do Kwanza Sul, possui os maiores projectos agro-pecuários do país, com destaque para as empresas como a Aldeia Nova S.A, Sediac, Agro-Waku, Agro-Cela e Emirais, que produzem em larga escala produtos como ovos, cereais diversos, carne de bovino, avicultura e aquicultura entre outros produtos alimentares.

O PAÍS

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.