Pepetela em Entrevista ao Rede Angola, “O Estado da Cultura e Literatura Angolana”

Fotos de Ana Brígida pepetela_Os leitores perdoarão que este texto comece com uma má notícia: Pepetela não está a escrever nenhum livro novo. Mas se a caneta está pousada, não será por muito tempo. Até porque a realidade pede que se escreva, não vá esta tornar-se num estranho. “Eu só compreendo quando escrevo, senão não percebo nada do que se está a passar”, admitiu em conversa ao Rede Angola, na Feira do Livro de Lisboa.

A realidade, essa, mostra-nos um país onde a cultura é ainda o parente pobre do Estado. Faltam-lhe meios, espaços e, o mais importante de tudo, pessoas. “Antes havia um certo orgulho em dizer ‘vou ser escritor’”, recorda o vencedor do Prémio Camões de 1997.

A história do país, o dia-a-dia angolano e suas relações além-fronteiras, tantas vezes pano de fundo das suas ficções, serviram de pretexto para a conversa com o RA. 

No Tímido e as Mulheres (2013) descreve uma Angola contemporânea, no presente. Esse é um tempo sobre o qual poderá voltar a escrever?pepetela

Este período do depois da independência, estes 40 anos, têm muito material. Pode ser deste ano, ou de há dez anos. É normal que se escreva sobre a actualidade também. É preciso compreender o que se passa, a situação, e a melhor maneira de o fazer é escrevendo. Eu só compreendo quando escrevo, senão não percebo nada do que se está a passar.

Está há dois anos sem publicar. Os seus leitores estarão desejosos por um novo livro. Pode adiantar alguma coisa?

De facto não há nada. Pode ser que comece de repente, há umas ideias e tal mas não estou a escrever. Não tenho nada e nunca adianto o que penso fazer. Isso dá azar.

 É um processo de escrita espontâneo? 

Ás vezes são ideias antigas que tenho, que chegam a uma dada altura, amadurecem, e escrevo-as. Outras vezes são livros que vão nascendo, espontaneamente.

Continue a ler esta reportagem em Ver Angola

VerAngola/Hugo Jorge

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.