Empresa Nacional de Cervejas Extinta Pelo Governo Angolano

cucaO Governo angolano aprovou a extinção da Empresa Nacional de Cervejas de Angola, criada em 1980 para gerir em nome do Estado o sector cervejeiro nacional, segundo um decreto executivo a que a Lusa teve hoje acesso.

De acordo com a decisão, que envolve os ministérios da Economia, das Finanças e da Indústria, além da extinção da empresa, é aprovada ainda a formação de uma comissão liquidatária, com os credores a terem um prazo de 60 dias para reclamarem eventuais dívidas.

O decreto executivo conjunto, de 20 de maio, recorda que na origem desta decisão está a privatização das unidades de produção (marcas) da holding CERVAL-UEE, Empresa Nacional de Cervejas.

Neste processo, o Estado “deixou de ter o monopólio da produção e comercialização de cerveja e dos seus subprodutos, há mais de nove anos”, transferindo essa atividade económica para o setor privado, nomeadamente através da privatização das marcas de cerveja nacionais.

A CUCA (Companhia União de Cervejas de Angola), crida no tempo colonial português e que chegou a empregar mais de 3.500 pessoas, sendo ainda hoje a principal cerveja angolana, foi uma das marcas que esteve sob alçada CERVAL-UEE.

A comissão liquidatária terá a partir de agora 120 dias para concluir a extinção desta antiga holding pública.

SAPO

 

One Response to “Empresa Nacional de Cervejas Extinta Pelo Governo Angolano”

  1. Gil Alves diz:

    Ola amigos,, Meu nome e Gil, moro no Brasil e tenho um amigo
    Angolano aqui,, a muito tempo queria dar um presente a ele. Voces poderiam me dizer como consigo uma cerveja CUCA para presentea lo, ? Onde posso importala

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.