Quatro Mil Famílias Vivem Entre Duas Valas de Drenagem e uma Grande Lixeira, no Bairro Kinanga em Luanda.

deslocadosCerca de quatro mil famílias estão a viver em condições difíceis de suportar diariamente em virtude de as suas parcas moradias, feitas de chapas e papelão, terem sido erguidas entre duas valas de drenagem e uma grande lixeira, no sector B do bairro Kinanga, em Luanda.

Leia Mais


Angola Entra com o Pé Direito no Mundial de Basquetebol, ao Vencer a Coreia do Sul

basq_mundialNuma exibição pautada por altos e baixos, a selecção nacional de basquetebol alcançou importante triunfo, por 80-69, frente a Coreia do Sul, no jogo que abriu a participação da equipa no mundial da modalidade, que arrancou este sábado, em Espanha.

Leia Mais


Finalmente Quatro Fotos do Chongoroi, Angola

Fotos no SkyscraperCity

 

chongoroi_hotel_cavalo_pretoHotel Cavalo Pretochongoroi_02chongoroi_00chongoroi_01


720 Licenciados da Unipiaget Serão Lançados em Setembro no Mercado de Trabalho Angolano

Um total de 720 estudantes da Universidade Jean Piaget de Angola, localizada no município de Viana, 0000em Luanda, recebem, no próximo dia 6 de Setembro, os seus diplomas de licenciatura em várias especialidades, em cerimónia a decorrer no centro de conferência de Belas.

A informação foi avançada a Angop, em Luanda, pela chefe do gabinete de comunicação e imagem da instituição, Mónica Guedes, realçando que essa será a 10º sessão solene de outorga de diplomas na instituição.

Segundo a responsável, 225 estudantes vão receber os diplomas que certificam a conclusão da licenciatura em medicina, 100 de direito, 103 de economia, 66 de psicologia, 45 de enfermagem e obstetrícia, 42 em ciências farmacêuticas e 30 em medicina dentária.

De igual modo, recebem também os seus diplomas 27 licenciados em fisioterapia, 21 em engenharia electromecânica, 18 em fisioterapia, 16 em engenharia de pesquisa e produção de petróleo, 14 em gestão de informática, sete em engenharia civil, quatro em engenharia electromecânica e dois no ensino do português e línguas nacionais.

Ao longo dos seus 14 anos de existência, a Unipiaget de Angola formou já mil 758 estudantes nas áreas das ciências sociais, humanas, tecnologias, economia, dentre outras, contando actualmente com cerca de 8 mil discentes.

Em 2013, o corpo docente da UniPiaget contava com 406 membros, dos quais 69% licenciados, 19%o mestres e 12 doutorados. Além de angolanos, entre os docentes encontram-se portugueses, brasileiros, búlgaros, cubanos, cabo-verdianos, são-tomenses, bissau-guineenses e congoleses.

Expansão/Angop


Ruas de Luanda com Internet Gratuita, “Angola Online”, Estreia Amanhã

internet-580Chama-se “Angola Online” e superou as expectativas de tudo e de todos. A meta estava traçada para o ano de 2015, mas o projecto que promete levar Internet gratuita às ruas de Luanda estreia-se já no próximo sábado. Onze largos, praças e pontos de referência da cidade querem ser local de partida para a inclusão social e digital da sociedade angolana.

A iniciativa partiu do Centro Nacional de Tecnologia de Informação (CNTI) e tem como objectivo permitir aos cidadãos o acesso às novas ferramentas tecnológicas, impulsionando a comunicação, a pesquisa e o entretenimento. A estreia está marcada para o próximo sábado, dia 30 de Agosto, no Largo da Independência. O lançamento do serviço contará com a presença do ministro das Telecomunicações e Tecnologias da Informação, José da Rocha, e do governador da província de Luanda, Bento Francisco Bento.

Nesta primeira fase do projecto, para além do local da apresentação, a Internet gratuita via wi-fi vai passar também por alguns dos locais com mais afluência de cidadãos da capital: Marco Histórico do Cazenga, Largo da Independência, Casa da Juventude de Viana, Parque Recreativo da Samba, Largo da FAPA, Largo das Escolas, Instituto Médio de Telecomunicações, Largo da Igreja São Domingos, Cidade Universitária e Praça da Família. Cada um destes pontos permitirá 60 acessos em simultâneo, sendo que as previsões apontam para que o projecto possa beneficiar diariamente cerca de 30 mil pessoas.

O projecto “Angola Online” terá ainda um portal de informação e divulgação das iniciativas, de forma a notificar os cidadãos da sua usabilidade. As previsões apontam para a implementação total de cerca de 20 pontos de acesso à Internet na capital angolana. A iniciativa deverá ser depois alargada às restantes províncias. Em 2013, Angola somava já um milhão de utilizadores de Internet, sendo que o Executivo tem vindo a sublinhar a importância da evolução no uso destes meios, que poderão conduzir a uma sociedade mais atenta, quer a nível informativo, quer a nível social.

VerAngola