Atraso No Pagamento das Pensões dos Antigos Guerrilheiros Angolanos

ex_guerrilheirosOs ex-combatentes inscritos na Associação dos Antigos Guerrilheiros de Angola, na província de Malange, manifestaram-se preocupados com o atraso que se regista no pagamento das suas pensões.

O secretário provincial de Finanças da Associação de Antigos Guerrilheiros de Angola, Paulo Alfino, disse que já existe uma lista de reclamações que vai ser encaminhada nos próximos dias para a Direcção Central do Fundo de Pensões.
Paulo Alfino revelou que na lista de beneficiários em posse da associação figuram nomes de antigos guerrilheiros com idades entre os 60 e os 78 anos. José Manuel Kamucumba, antigo guerrilheiro, disse que fez a entrevista para ser pensionista em 2011 e até à data não beneficia do fundo de pensão.
O secretário de Finanças da Associação dos Antigos Guerrilheiros, Paulo Alfino, disse que actualmente estão registados 205 assistidos, dos quais 16 são mulheres com idades entre 60 e 70 anos, cuja contribuição em defesa da pátria foi relevante.
Em Fevereiro último, o secretário de Estado para os Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Clemente Cunjuca, garantiu, em Luanda, que os ex-militares da ELNA, antigo exército da FNLA, desmobilizados em 1992, gozam dos mesmos direitos enquanto beneficiários de pensões da Caixa Social das Forças Armadas Angolanas.

Jornal de Angola/Adelino Ngunza

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.