Cooperação Entre Angola e África do Sul no Ramo da Investigação Científica nos Sectores da Agricultura e Saúde Pública

29Instituições públicas e privadas do ensino superior e técnicos do sistema nacional de ciência e tecnologia e inovação de Angola e da África do Sul concluem hoje, em Luanda, uma avaliação à cooperação no domínio da investigação científica e qualificação de recursos humanos e tecnológicos.

Instituições públicas e privadas do ensino superior e técnicos do sistema nacional de ciência e tecnologia e inovação de Angola e da África do Sul concluem nesta terça-feira (19), em Luanda, uma avaliação à cooperação no domínio da investigação científica e qualificação de recursos humanos e tecnológicos, durante a reunião técnica conjunta, noticia o Jornal de Angola.

O encontro de Luanda está a analisar propostas de cooperação em matéria de investigação científica nos sectores da agricultura e saúde pública. A reunião visa incrementar a colaboração e fortalecer capacidade nacional em matéria de investigação científica e desenvolvimento tecnológico dos dois países, com base num programa conjunto sobre ciência e tecnologia.

Angola e África do Sul assinaram, em 2008, um acordo multilateral na área da Ciência e Tecnologia, e desde 2009 grupos técnicos dos dois países têm trabalhado com base neste instrumento jurídico de cooperação. Em 2011 as partes começaram a aplicar o acordo com a realização de seminários entre as comunidades científicas dos dois países.

O encontro de Luanda serve de “rampa de lançamento” para a identificação de novas áreas de cooperação. Para além de fazer o balanço das actividades desenvolvidas nos últimos tempos, o encontro vai definir, disse Alexandre Sousa e Costa, novas áreas de actuação, como a mobilidade dos investigadores, docentes e estudantes, o estabelecimento de parcerias e incentivar as instituições que fazem pesquisas e aperfeiçoamentos tecnológicos. “Advogamos, nesta fase, o incremento da cooperação, incentivando que outras áreas do saber possam integrar-se neste plano de actividades”, disse, reconhecendo que a África do Sul oferece grandes possibilidades no domínio da formação científica.

África 21

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.