Ex-Militares em Gaia Para Reabilitação Fisíca


Jornal de Angola-Deficientes ex-militares angolanos recebem, desde ontem, tratamento de fisioterapia no Centro de Reabilitação Profissional de Gaia, Norte de Portugal, graças ao protocolo de cooperação entre a Associação Angolana de Deficientes (AMMIGA) e a congénere das Forças Armadas Portuguesas (ADFA).
No protocolo de cooperação, as duas associações propõem-se promover iniciativas de inter ajuda no campo da integração social.
Nesse âmbito, a ADFA propõe-se empenhar na criação de estruturas de reabilitação e reintegração social em Angola.
As duas associações comprometem-se apoiar, com especial empenhamento da AMMIGA, os deficientes das Forças Armadas Portuguesas residentes em Angola, a “implementar estruturas para o desenvolvimento de actividades económicas de interesse comum” e a “estabelecer os contactos necessários com os respectivos governos” para obterem apoios na “prossecução dos seus objectivos”.
André Hossi, secretário para a área de cooperação da AMMIGA, um dos beneficiários do tratamento no Centro de Reabilitação de Gaia, revelou ao Jornal de Angola, antes de embarcar, que, “além deste apoio, a ADFA tem prestado outros”.
“ Esta acção é benéfica porque tem ajudado muito os deficientes ex- militares filiados na AMMIGA e não apenas na reabilitação física. Ainda este ano, outro elemento da associação beneficiou deste tratamento em Gaia ”, disse o secretário para a área de cooperação da AMMIGA.
O protocolo de cooperação, assinado em 14 de Dezembro de 1995, refere que as duas associações, “dentro do espírito de solidariedade existente entre os deficientes militares dos dois países e no âmbito da realização dos objectivos comuns, que são a reabilitação e a reintegração social, propõem-se desenvolver a troca de informações e experiências no domínio associativo”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-Spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.